O Pai de Tarzan

Edgar Rice Burroughs grande escritor do começo do século 20, foi o criador do herói John Carter , uma das mais influentes séries de ficção científica.

Tornou-se popular em todo o mundo no ano de 1914, com a publicação de Tarzan.

Em meados de 1919, Burroughs comprou o Rancho Del Cabrillo, no interior de Los Angeles e deu a ele o nome de Burroughs Tarzana Ranch.

A homenagem, ao seu mais famoso personagem acabou por se tornar, o nome de uma cidade. Originária do crescimento, ao longo dos anos, da comunidade nas proximidades do rancho, em 1930 a população de cerca de 300 habitantes escolheu o nome de Tarzana, para a cidade.

John Carter e Tarzan influenciaram toda uma geração que cresceu sonhando com as aventuras exóticas dos personagens.

Arthur C. Clarke , autor de 2001: Uma Odisseia no Espaço revelou, que quando criança adorava a série de John Carter e que o personagem foi a inspiração, para as suas histórias sobre aventuras no espaço.

Ray Bradbury, autor de dezenas de livros também reconhecia a grandeza de Burroughs e o chamava de “o mais influente escritor do nosso século, sem exceções”.

O personagem principal da série “Plantão Médico” (“ER”, no original), chamava-se John Carter e o autor da série Michael Crichton deu-lhe esse nome em homenagem aos livros que amava.

No ano de 1923 foi fundada a empresa Edgar Rice Burroughs em Tarzana tornando Burroughs o primeiro autor da história a se autogerenciar. A partir do ano de 1931, lançou todos os seus livros por conta própria.

Comovido com o bombardeio japonês, em Pearl Harbor, Burroughs tornou-se correspondente de guerra aos 66 anos de idade.

Após a morte do escritor, uma cratera em Marte de 104 quilômetros de diâmetro recebeu o nome de “Cratera Burroughs”.

Deixou um legado de aproximadamente setenta livros e faleceu em 19 de março de 1950, de um ataque cardíaco.